RSS

Qual o real mistério por trás da super grávida de Taubaté?

18 jan

Após Ser notícia nos principais veículos da imprensa nacional, a gravidez de Maria Verônica Aparecida é colocada à prova após várias suspeitas de ela não estar grávida, o que realmente está acontecendo já que Maria Verônica após ter a gravidez questionada por vários médicos parou de dar declarações a imprensa.

http://videos.r7.com/r7/service/video/playervideo.html?idMedia=4f136016b51a4c793f330746&idCategory=61&embedded=true

O delegado geral da Polícia Civil de São Paulo, Marcos Carneiro Lima, disse nesta quarta-feira (18) que, se ficar comprovado que a pedagoga Maria Verônica Aparecida César Santos, de 25 anos, mentiu ao dizer que está grávida de quadrigêmeas, o marido dela pode responder por falsidade ideológica. Isso por que ele registrou um boletim de ocorrência no qual confirma a gravidez. A pena para o crime pode chegar a quatro anos de prisão, de acordo com Lima.

– A policia entrou no caso porque o marido foi se queixar de um jornalista que a estaria perturbando. Ao dar a informação, ele afirmou que a mulher está grávida. Se não for verdade, ele pode responder por falsidade ideológica.

Já Maria Verônica, só responderá criminalmente se alguém que se sentiu lesado pela falsa história prestar queixa contra ela. Ainda assim, explica o delegado, a polícia vai avaliar se é uma questão criminal ou civil.

– A mentira por si só não crime, mas se prejudicar outras pessoas, é. Por exemplo, se ela pediu auxílio financeiro para alguém por causa da suposta gravidez e ficar provado quem deu o dinheiro, essa pessoa pode pleitear seu direito.

Polícia pede exame para verificar gravidez

Mulher diz que grávida copiou seu ultrassom

Supermãe pode não estar grávida
Na noite da terça-feira (17), Marcos Carneiro Lima pediu ao delegado da seccional de Taubaté, Ivahir Freitas Garcia Filho, um exame para saber se a pedagoga está, de fato, grávida. Mas, como ela não é obrigada a atender ao pedido, Lima afirmou que a polícia precisa buscar outras provas.

– Quando alguém se recusa a fazer o exame, não existe lei que o force. Aí a polícia tem que usar outras provas e quem decide é o juiz.

Observação

O advogado de Maria Verônica dos Santos afirmou que ela está em observação médica e que a orientação é para ela não se expor e repousar. De acordo com ele, o código de ética dos advogados não permite que ele fale ou não sob a suspeita, surgida no domingo após reportagem do Domingo Espetacular, de que ela não esteja grávida.

Ainda segundo o advogado, a grávida passou mal após ver uma matéria na televisão e, desde então, ele não tem conversado sobre mais detalhes do caso com sua cliente para preservá-la.

http://videos.r7.com/r7/service/video/playervideo.html?idMedia=4f16dd02fc9b8d7c55313df4&idCategory=64&embedded=true

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 18 de janeiro de 2012 em INSANIDADE

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: