RSS

UM POST PARA MINHAS LEITORAS A ANATOMIA DA BARATA.

11 ago
Como diria o sábio estripador, vamos por partes:
1- Antenas: São usadas para comandar as baratas à distância. Vocês sempre tiveram a impressão das redes wi-fi terem um alcance muito curto? Mas e para as formigas? Para elas, essa distância é mais que suficiente para que suas baratas possam chegar até o alimento e trazê-lo de volta.
2- Olhos: São simplesmente câmeras de alta resolução, com ângulo variável(controlada pelo operador). Um display colorido no controle permite que ele tenha controle total do campo visual do megazord. Tem capacidade para visualização infravermelha. Há inclusive boatos de que haja um dispositivo, uma espécie de óculos 3d, para dar ainda mais praticidade à barata.
3- UCP – Unidade Central de Processamento: O cérebro da criatura, onde as informações básicas são armazenadas e executadas. Saem de fábrica com algumas rotinas pré-programadas: como andar, corret, voar, e fugir (a rotina de fugir ativa todos os sensores (movimento(16) e térmico(8)) e inicia o procedimento correr.
4- Cockpit: Com capacidade para 5 tripulantes, tem uma interface de controle muito mais amigável que o controle a distância. Geralmente, as baratas são tripuladas em missões distantes ou em operações de fuga.
5- Manipuladores: O mais próximo de uma mão encontrado numa barata. Serve basicamente para transportar objetos (não comida, a comida vai para o compartimento de cargas (12). Serve também para levar objetos até as câmeras (2). Diferente do que se imagina, não são usados como boca, pois implicaria em passar alimentos pela casa de máquinas(6) e isso, estragaria os alimentos.
6- Casa de máquinas: O grande motor do megazord. É o centro de todo o movimento da barata, assas(1011),pernas(7) e demais articulações, todas estão diretamente ligadas á casa de máquinas. Possui uma unidade de processamento própria (menor e menos potente que a UCP (3)) responsável por automatizar a movimentação básica. A unidade de processamento da casa de máquinas é responsável por levar a barata de volta à base em caso de danos à UCP(3). É também o local onde fica localizada a bateria.
7- Pernas: São responsáveis pela movimentação em terra. É dividida em 4 partes.
14- motor de tração: Responsável por levantar a barata e mantê-la com a barriga longe do chão. Utilizado na inicialização e no pouso.
15- Motor de locomoção: Responsável pelos movimentos da perna, utilizado para andar e correr.
16- Sensores de movimento: Responsável pela detecção de objetos fora do campo visual das câmeras(2).
17- Amortecedores de impacto: Responsável pos estabilizar o corpo da barata durante o movimento. Tem ventosas para que a barata possa caminhar nas mais adversas superfícies e até nas paredes.
8- Sensores térmicos: Detectam o calor dos objetos a uma distância de até 1 metro. Fica no fim do corpo pois o calor gerado pela casa de máquinas poderia interferir na monitoração.
9- Baia de serviços: Por onde a carga é inserida e retirada do compartimento de carga(12). Tem aspiradores e ventosas para agarrar o alimento, e um sistema de correias para levar os objetos para o interior.
10- Asas de propulsão: Responsável pelo voo. Esse par de asas gera uma força muito forte que faz com que as baratas levantem voo e atinjam uma alta velocidade. São revestidas com placas solares para recarregarem as baterias da barata.
11- Asas de manobra: Responsáveis por controlar o voo. Esse par de asas é utilizado para mudar a direção do voo da barata. Também possui placas solares.
12- Compartimento de carga: Local onde ficam armazenados os alimentos e cargas em geral. Tem um sistema de compactação de aimentos, para otimizar a capacidade de transporte. Em caso de uma grande fuga, suporta até 25 formigas em seu interior. É também usado no transporte de sondas (também conhecidas como ovos de barata).
13- Posição defensiva: Quando nessa posição, as asas ficam mais resistentes, pois estão sobrepostas. Ao entrar em posição defensiva, os motores das asas desilgam-se completamente, permitindo que apenas as pernas usem energia.
– Ovo – os ovos das baratas encontram-se arranjados dentro de uma câmara denominada ooteca, que pode ou não ser carregada pela fêmea até o momento da eclosão, de acordo com a espécie.
– Ninfa – as ninfas possuem hábitos e aparência semelhantes aos adultos. O número de ecdises (mudas) é variável para cada espécie. As ninfas são mais claras que os adultos, são ápteras (sem asas), adquirindo-se, posteriormente, na transição para a fase adulta.
– Adulto – este estágio e caracterizado pela maturidade sexual e pela formação de asas completas.

Anúncios
 
1 comentário

Publicado por em 11 de agosto de 2010 em CURIOSIDADE

 

Uma resposta para “UM POST PARA MINHAS LEITORAS A ANATOMIA DA BARATA.

  1. marcos worms

    18 de outubro de 2010 at 2:34

    Boa noite, sou estudante de design e estou fazendo um estudo sobre os mecanismos das asas das baratas. Estou com dificuldades para conseguir informações, você poderia me informar suas referências bibliográficas?Meu e-mail é marcosworms@hotmail.comMuito obrigadomarcos worms

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: