RSS

O Navio Vertical

11 ago

Ele ainda não saiu do papel, mas quando estiver pronto será uma estrutura vertical, com 20 metros acima das águas e outros 31 metros se estendendo embaixo d´água. O seu criador, o arquiteto francês,  Jacques Rougerie diz que o navio, batizado de SeaOrbiter, irá possibilitar ao homem uma nova maneira de explorar o fundo do mar.

Atualmente, os oceanógrafos só podem mergulhar por curtos períodos de tempo e depois têm de ser trazidos para a superfície. É como se fossem levados para a Amazônia e depois tirados de lá em um espaço de uma hora”, comparou. “O SeaOrbiter vai oferecer uma presença móvel permanente com uma janela para tudo o que está abaixo da superfície do mar.”

Equipamentos de navegação e comunicação ficarão acima da superfície, juntamente com uma plataforma de observação. Os cientistas viverão debaixo d’água e haverá uma plataforma pressurizada de onde mergulhadores poderão partir em missão. O projeto conta ainda com a consultoria de Jean-Loup Chrétien, o primeiro astronauta da França, que está envolvido no design da estação. O sistema anti-colisão da estrutura é baseado no que é atualmente utilizado na Estação Espacial Internacional.

Rougerie, que dirige um carro-anfíbio, vive e trabalha em um barco e já passou 70 dias em uma expedição submarina, disse que as chances de o SeaOrbiter ser realmente construído “são de 90%”.

Como funciona o Navio Vertical?
O Navio vertical tem a estrutura semelhante a um edifício, com varios andares.

O Material
O casco, cinco vezes mais grosso que o de um navio comum, é feito de uma liga de alumínio e magnésio, o que o torna extremamente resistente à corrosão marítima. Cada uma das divisões do casco é isolada e impremeável, para que, no caso de um acidente, apenas a divisão atingida seja invadida pela água.

Robôs Mergulhadores
Robôs de exploração não tripulados ajudam nas missões e podem descer até 600 metros abaixo da superfície marítima. Eles têm cameras de filmagem, fortes luzes para auxiliar os mergulhadores e braços mecânicos para carregar cargas retiradas das áreas exploradas.

Conectado
Os dois andares acima do nível do mar trazem uma sala de comando, onde estão os equipamentos de navegação padrão, e, logo abaixo dela, uma sala de comunicações, de onde será controlada a interação com outras embarcações e com satélites. Uma opção no site do projeto permitirá que o trajeto do barco seja acompanhado por internautas ao vivo.

Laboratório
Nos primeiros níveis submersos, fica a área de pesquisa, com um laboratório para analisar amostras de fauna e flora e também de água marítima coletada pelos mergulhadores. Essa arte também abriga os quartos dos tripulantes e a cozinha do navio.

Sem Rumo
O Navio irá navegar à deriva na maior parte do tempo, impulsionado pelas correntes marítimas, mas terá também duas hélices submersas, que darão a propulsão para quando ele precisar ser pilotado. Elas são alimentadas por dois motores elétricos na sala de maquinas que fica localizada acima do nível do mar, para evitar que o seu barulho atrapalhe a vida marinha.

Área Pressurizada
Na parte mais baixa, a 15 metros de profundidade, fica uma área pressurizada (2.5 vezes maior que a pressão atmosférica normal). Para evitar que a água invada o navio, e os megulhadores possam entrar r sair por meio de uma piscina.

O Equilíbrio
Para o navio se manter em pé, existe a quilha, um lastro de 450 toneladas feito com barras de aço, que dá o peso necessário para que o navio fique ereto. No caso de a água invadir a embarcação, esse lastro pode ser solto no mar por meio de parafusos explosivos

Air Bags
Pelo lado de fora existe um disco que circunda o navio na parte de baixo. Lá, ficam algumas câmaras que podem ser enchidas ou esvaziadas, para controlar o peso da embarcação. Há também boias que, iflam com o ar rapidamente para impedir que o navio afunde

FICHA TÉCNICA
Altura: 51 metros (20 m emersos e 31 m submersos)
Comprimento: 31 metros
Largura: 23,8 metros
Capacidade: 18 pessoas
Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de agosto de 2010 em CURIOSIDADE

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: