RSS

NELSON MANDELA, O MITO!

27 jun

por Guilherme Freitas

O grande Nelson Mandela – Crédito: Getty Images

Mito. O Dicionário Aurélio, explica muito bem essa palavra “coisa inacreditável”. Nelson Rolihlahla Mandela encaixa-se perfeitamente neste quesito. Ex-presidente da África do Sul, Prêmio Nobel da Paz e ícone na luta contra o apartheid, Mandela tornou-se uma lenda viva para o mundo. Nascido em uma aldeia xhosa em Transkei, em 1918, ele migrou para Johanesburgo e onde concluiu a faculdade de direito. Na mesma época começava a ganhar força o regime racista do apartheid, que pregava a separação entre negros e brancos no país. Mandela se interessou pela política e ingressou no CNA (Congresso Nacional Africano). Nascia ai o mito.

Em sua luta contra o regime racista, Mandela assumiu o papel de líder. Planejou protestos pacíficos e chegou até a defender a luta armada pela igualdade racial após o massacre de Sharpeville, quando a polícia massacrou estudantes negros. Madiba, como é chamado pelo povo, foi julgado e condenado por sabotagem e conspiração. Inicialmente era previsto que ele teria a pena máxima, ou seja, seria morto. Mas ela se converteu em prisão perpétua, na temida Ilha Robben. Mandela passou 27 anos atrás das grades e detalhes dessa trajetória na prisão são contados em detalhes na sua autobigrafia (veja mais no fim do texto).

Libertado em 1990 após pressão popular e pelo embargo econômico imposto pelas Nações Unidas e o mundo, Mandela começou a sua trajetória de unir racialmente o país. Em 1993 ele juntamente com o presidente que o libertou, Frederik de Klerk, ganhou o prêmio Nobel da Paz. No ano seguinte tornou-se o primeiro presidente negro eleito no país. Em seu governo lutou por uma sociedade multirracial a famosa “nação arco-íris”. Sua maior falha como presidente foi ter deixado o combate a Aids em segundo plano, já que a doença aumento no país durante o seu governo. Hoje ele tem uma instituição que luta contra a doença e é venerado nos quatro quantos no planeta.

Aos 92 anos, o grande ícone na luta pela igualdade racial continua presente no cenário mundial. Mandela sempre apoiou a realização da Copa do Mundo e agora vai poder assistir de sua casa as partidas em gramados africanos. Devido a uma fatalidade, sua bisneta morreu em um acidente de carro horas antes do jogo de abertura da Copa, ele não pode ver com seus próprios olhos a bola rolar dentro do Soccer City, em Johanesburgo. Mesmo assim, aguardamos ele na final! Vida longa a Madiba!

Para ler: “Longo caminho para Liberdade”, autobiografia de Nelson Mandela escrito em 1994. Preço médio: R$ 20,00.

Para ver: “Mandela: em nome da liberdade”, um dos melhores documentários sobre a vida de Mandela, produzido por uma TV francesa e apresentado pelo GNT no Brasil.

Para ouvir: “Free Nelson Mandela”, canção produzida por cantores de vários países pedindo a liberdade de Mandela nos anos 80.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 27 de junho de 2010 em OPINIÃO

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: